INDICADORES DE OFERTA DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA APÓS 10 ANOS DE INSTITUCIONALIZAÇÃO

Cleberton Carvalho Soares

Resumo


A partir promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação no ano de 1996, a educação à distância ganhou notoriedade no Brasil e foi destacada como uma modalidade estratégica para levar a oportunidade de escolarização para todo o país. Dois anos após foram criados os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, pertencentes a Rede Federal de Educação. O objetivo deste artigo é aferir através dos indicadores da base de alunos nos Institutos Federais como está a oferta de cursos de nível superior na modalidade a distância, considerando uma década de sua criação. Os resultados apontam que o uso da educação a distância possibilita o alcance maior da sociedade e que a oferta ocorre para todos os tipos de cursos superiores, mas ainda não está disseminada em todos os estados brasileiros onde possui unidades de ensino da referida instituição escolar.

Palavras-chave


Instituto Federal; Educação a Distância; Educação Pública

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1